Evangelho de Jesus Cristo

A Palavra Evangelho significa Boas Novas.

As Boas Novas são que Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito Jesus, para que todo o que nEle crer não pereça mas tenha a Vida Eterna. (João 3:16)

 

Duas Alianças

Deus fez com o povo duas alianças, uma no Velho Testamento (Ex 24) e a outra no Novo Testamento.
A Primeira aliança Deus fez com o povo que tirara do Egito, no deserto, de frente para o Monte Sinai. E foi sancionada com a aspersão do sangue de novilhos e de bodes. Desta aliança resultou os 10 Mandamentos. E segundo a Lei quase todas as coisas são purificadas com sangue, e sem derramamento de sangue não há perdão.

Já na Nova Aliança, Deus a faz com o seu povo no sangue de seu Filho Jesus Cristo que foi derramado em favor de nós. Desta Nova Aliança vem 1 único e novo Mandamento: “Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como Eu (Jesus) os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.” (Jo 13:3) E nesta Nova Aliança Jesus se apresenta diante de Deus em nosso favor, não com sangue alheio, mas mediante o sacrifício de si mesmo, feito uma vez por todas, para aniquilar o pecado. (Hb 9)

 

Perdão dos Pecados

(…) é impossível que sangue de touros e de bodes tire pecados. (HB 10: 4) Então era necessário que houvesse um sacrifício perfeito que tirasse os pecados e isso aconteceu em Jesus quando Cristo veio ao mundo, por que Ele veio para fazer a vontade de Deus, seu Pai. E pelo cumprimento dessa vontade fomos santificados – tornados santos -, por meio do sacrifício do corpo de Jesus Cristo, oferecido uma vez por todas. (Hb 10: 10). Jesus como sacerdote, quando acabou de oferecer, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à direita de Deus; por que por meio de um único sacrifício, ele aperfeiçoou para sempre os que estão sendo santificados. Dos nossos pecados e iniquidades Deus não se lembra mais nesta Nova Aliança. E onde esses pecados foram perdoados, não há mais necessidade de sacrifício por eles. Glória Deus! (Hb 10: 18) Agora podemos nos aproximar de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada, e tendo os nossos corpos lavados com água pura.

 

Esta Salvação é pela Fé

Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus. (Rm 3:21-26)

Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à lei. (Rm 3:28)

 

Recebendo esta Salvação

Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. (Rm 10:9-10) Então se você agora, onde você estiver, confessar com seus lábios, falar com seus lábios o Nome de Jesus, você recebe o perdão de todos os seus pecados, é assim mesmo! Simples assim. E se em seu coração você crer que Deus ressuscitou Jesus dentre os mortos, você se torna justo, inculpável.

 

Paz com Deus

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. (Rm 5:1-2)

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele! Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação com Deus. (Rm 5:8-11)

 

 

 

 

 

 

Anúncios